Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Autoexame da tireoide


autoexame-da-tireoide

Enquete realizada pelo site da SBEM Nacional mostra que a grande maioria das pessoas não conhece ou não faz o autoexame da tireoide. De acordo com a pesquisa online, 40,8% dos internautas afirmaram que não fazem o exame, 35,6% disseram nunca ter ouvido falar dele e apenas 23,6% o fazem.

A tireoide é uma glândula em forma de borboleta que está localizada logo abaixo do pomo de Adão, o popular gogó. Embora pequena, ela é importante para o bom funcionamento de vários órgãos, como coração, fígado, rins, ovários, entre outros, além de produzir os hormônios denominados T3 e T4, combustíveis das células do nosso organismo. Problemas na tireoide podem fazer com que ela produza esses hormônios em excesso ou em quantidade insuficiente, causando o hipertireoidismo ou hipotireoidismo, respectivamente.

Outro problema relacionado à tireoide são os nódulos tireoidianos, caroços que aparecem na glândula, mais comumente nas mulheres e mais frequentemente com o envelhecimento. Eles podem ser únicos ou múltiplos, de tamanhos variados, e estão presentes em 5% a 10% da população adulta. Cerca de 5% dos casos podem representar algum tipo de câncer.

Além da estética, os nódulos podem causar incômodo no pescoço, dificuldade para engolir e até desconforto respiratório, dependendo do seu tamanho. Eles podem ser detectados apalpando a região do pescoço. Embora fácil de ser diagnosticado, ele deve ser confirmado pelo médico endocrinologista através de exame clínico e complementar.

Autoexame da Tireoide

Para realizar o autoexame, você vai precisar de um espelho com cabo e um copo d’água.

1. Segure o espelho procurando em seu pescoço a região abaixo do pomo de Adão (gogó). Sua tireoide está localizada nesta área.

2. Focalize esta área com o espelho estendendo a cabeça para trás para facilitar a visualização.

3. Beba um gole d’água.

4. Ao engolir, observe em seu pescoço se existe alguma saliência ou elevação localizada. Repita este teste várias vezes, se necessário.

5. Observe se existe algum nódulo ou saliência. Ao notar alguma alteração, procure um endocrinologista para obter orientações.

Tratamento

O tratamento varia de acordo com o tamanho do nódulo e se ele está produzindo muito hormônio, ou não. Quando indicada pelo endocrinologista, é feita uma pequena retirada de células do nódulo, através de uma punção. Tal medida ajuda os médicos a orientar seus pacientes sobre o tratamento correto.

Teste caseiro com o termômetro

Este teste caseiro é recomendado pelo Dr. Jacob Teitelbaum, médico americano coautor do livro “Real Cause, Real Cure”. Todo o procedimento é muito simples e você só vai precisar de um termômetro. Isso mesmo, apenas um termômetro.
O termômetro que você vai usar é o mais simples (não é o digital)

Para começar, agite bem o termômetro e certifique-se de que ele não mostra uma temperatura acima dos 35 graus Celsius (ou 95 graus Fahrenheit). Vá dormir e deixe o termômetro ao lado de sua cama.

Quando acordar, a primeira coisa que você vai fazer será colocá-lo em uma de suas axilas. Deixe-o nessa posição por 10 minutos. Faça isso antes de sair da cama, sem comer ou beber nada, ou se envolver em qualquer atividade (nem sequer falar).

É importante obedecer a essas instruções, pois você vai medir a temperatura mais baixa do seu corpo durante o dia, que se correlaciona com a função da glândula tireoide.

Passados os 10 minutos, retire o termômetro da axila e anote a temperatura.

Se a temperatura do seu corpo estiver entre 36,5 graus Celsius (97,7 Fahrenheit) e 36,8 graus Celsius (98,2 Fahrenheit), a tireoide está funcionando normalmente.

Se a temperatura do seu corpo estiver abaixo de 36,5 graus Celsius (97,7 Fahrenheit), a glândula está funcionando de forma lenta.

Se a temperatura do seu corpo estiver acima de 36,8 graus Celsius (98,2 Fahrenheit), e se você não estiver com nenhuma infecção, a sua tireoide está acelerada.

Para ter certeza do resultado, você deve repetir o teste por 4 dias seguidos. Se, nos 4 dias, a temperatura do seu corpo estiver abaixo de 36,5 graus ou acima de 36,8 graus Celsius (97,7 Fahrenheit), marque uma consulta com seu médico.

Para as mulheres que ainda menstruam, o teste deve ser feito no segundo, terceiro e quarto dias do ciclo menstrual. A razão é porque um considerável aumento de temperatura pode ocorrer no período de ovulação e originar resultados falsos. Mulheres na pós-menopausa e homens podem realizar os testes em qualquer dia do mês.

O teste não deve ser usado como um substituto de uma avaliação médica adequada. Ele é apenas uma forma de ajudar a despertar as pessoas para possíveis problemas na tireoide.

Caros amigos e visitantes, este blog não se destina em nenhuma hipótese a dar diagnósticos ou sugerir tratamentos, mas tão somente a alertar acerca de problemas de saúde. Faça um bem a si mesmo. Na existência de algum problema de saúde procure um médico.