Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Graviola : Benefícios e malefícios


GraviolaA graviola é uma fruta, também conhecida como Fruta-do-Conde, Sap-Sap, Jaca do Pará ou Jaca de pobre, utilizada como fonte de fibras e vitaminas, sendo o seu consumo recomendado em casos de prisão de ventre, diabetes e obesidade.

A fruta possui um formato oval, com a casca na cor verde-escuro e coberta de “espinhos”. A parte interna é formada por uma polpa branca com o sabor levemente adocicado e um pouco ácido, sendo utilizada na preparação de vitaminas e sobremesas.

O nome científico  é Annona muricata L. e pode ser encontrada em mercados, feiras e lojas de produtos naturais.

Benefícios e para que serve a graviola
Por causa das suas propriedades, a graviola pode ser utilizada em diversas situações, como: Diminuição da insônia, pois possui em sua composição compostos que promovem o relaxamento e a sonolência; Hidratação do organismo, já que a polpa da fruta é constituída principalmente por água; Diminuição da pressão arterial, pois é um fruta com propriedades diuréticas, auxiliando, assim, a regular a pressão;

Tratamento de doenças do estômago, como a gastrite e a úlcera, já que possui propriedades anti-inflamatórias, diminuindo a dor; Prevenção da osteosporose e anemia, pois é uma fruta muito rica em cálcio, fósforo e ferro;
Tratamento da diabetes, pois possui fibras que impedem que o açúcar aumente rapidamente no sangue;
Retardo do envelhecimento, já que possui propriedades antioxidantes, combatendo, assim, os radicais livres;


Alivio das dores do reumatismo, pois possui propriedades antirreumáticas, diminuindo a inflamação e a dor.
Além disso, alguns estudos demonstraram que a graviola pode ser utilizada como complemento do tratamento contra o câncer, pois possui uma substância antioxidante capaz de destruir as células cancerígenas sem provocar danos às células normais.

A graviola também pode ser utilizada para o tratamento da obesidade, prisão de ventre, doenças no fígado, enxaqueca, gripes, verminoses e depressão, já que é um ótimo modulador do humor.

Como consumir
A graviola pode ser consumida de diversas formas: natural, como suplemento em cápsulas, em sobremesas, chás e sucos. Tudo da graviola pode ser aproveitado, desde a raiz até as flores. Chá de graviola: É feito com 10 g de folhas de graviola secas, que devem ser colocadas em 1 litro de água fervente. Após 10 minutos, deve-se coar e consumir 2 a 3 xícaras após as refeições;

Suco de graviola: Para fazer o suco basta bater no liquidificador 1 graviola, 3 pêras, 1 laranja e 1 mamão, juntamente com água e açúcar a gosto. Depois de batido, já pode consumir.
Contra-indicação do uso da graviola

O consumo da graviola não é indicado para gestantes, pessoas com caxumba, aftas ou ferimentos na boca, já que a acidez da fruta pode causar dor, e pessoas com hipotensão, pois um dos efeitos colaterais da fruta é a diminuição da pressão arterial. Além disso, as pessoas hipertensas devem ter orientação do cardiologista à respeito do consumo da graviola, pois a fruta pode interagir com os medicamentos utilizados ou até mesmo diminuir muito a pressão, podendo levar a um quadro de hipotensão.

[ Escrito por Tatiana Zanin Nutricionista ao site Tua Saúde ]

As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. Este blog tem a finalidade de lhe ajudar, mas não substituir o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.


Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies