Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

7 sintomas que podem indicar câncer no colo do útero


O câncer no colo do útero é uma doença muitas vezes silenciosa e que mata mais de 5 mil mulheres por ano, segundo dados do Instituto Nacional do câncer (INCA). Causada pelo vírus HPV, seus discretos e quase silenciosos sintomas podem ser confundidos com o funcionamento comum do sistema reprodutor. Por isso, é importante estar sempre atenta aos sinais que podem indicar a doença.

De acordo com Angélica Nogueira, oncologista especialista em tumores ginecológicos e presidente do Grupo Eva (Grupo Brasileiro de Tumores Ginecológicos), nem todos os tipos de vírus são cancerígenos e nem todas as mulheres infectadas desenvolvem a infecção. É o quadro infeccioso, no entanto, que pode progredir para o câncer no colo do útero.

O controle deve ser feito através dos exames preventivos, que envolvem análises clínicas e o papanicolau. Ainda assim, Angélica alerta para a necessidade de as mulheres estarem sempre atentas aos sintomas diferentes. “Ao notar qualquer anormalidade a mulher deve sempre procurar a orientação de um ginecologista. Somente com os exames preventivos é que ela consegue detectar a doença para começar a trara o quanto antes”, recomenda a médica.


A seguir, descubra quais são os sinais e os tipos de tratamento que a doença pode ter.

  • Sintomas do câncer no colo do útero
  • Corrimento com cheiro desagradável e coloração diferente
  • Sangramento vaginal fora do período da menstruação
  • Dores pélvicas – no pé da barriga indo até a perna
  • Dores durante as relações sexuais

Em casos mais graves:

  • Emagrecimento
  • Falta de ar
  • Perda de apetite
  • Tratamento

O tratamento para a infecção pelo HPV varia. Se o quadro for apenas infeccioso, cauterizações e cirurgias minimamente invasivas são prescritas. No entanto, se já estiver evoluído para câncer, quimioterapia, radioterapia e cirurgias são recomendas de forma combinada, explica a especialista.

As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. Este blog tem a finalidade de lhe ajudar, mas não substituir o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.