Dor nas articulações


dor-nas-articulacao

CAUSAS COMUNS DAS DORES NAS ARTICULAÇÕES
A maioria das pessoas sofre de dores nas articulações em algum momento da sua vida. A dor pode afetar apenas uma articulação ou várias e pode ser o resultado de uma artrite, uma lesão, sobrecarga, bursite (inflamação da bolsa sinovial – pequena bolsa que contém líquido sinovial localizada no ponto em que os músculos e tendões contactam com o osso e que lubrifica e facilita o movimento normal das articulações) ou de muitas outras doenças ou situações.Descobrir a causa da sua dor na articulação é o primeiro passo para o seu tratamento.

As articulações proximais dos dedos e do pulso são as mais afetadas por artrite reumatóide. Os sintomas incluem:

Dor na mão, inchaço e rigidez;
Dor nos dedos;
Dedos inchados;
Articulações quentes e rígidas ao toque;
Articulações afetadas simetricamente (pulsos e dedos de ambas as mãos);
Articulações que “rangem” durante o movimento (Crepitação);
Deformidade nas articulações da mão;
Dormência e formigamento nos dedos (síndrome do túnel do carpo);
Sintomas parecidos com a gripe;
Fadiga;
Dor e rigidez ao acordar que duram por mais de uma hora.

Artrose

A artrose é o tipo mais comum de artrite, é visto principalmente entre os idosos.
É uma doença degenerativa das articulações.

A artrose afeta principalmente a cartilagem, um tecido duro mais escorregadio que cobre as extremidades dos ossos. A cartilagem saudável permite que os ossos deslizam uns sobre os outros e absorvem os choques durante o movimento.
Na artrose, a camada superfícial da cartilagem quebra e se desgasta.
Isso permite os ossos de rastejar entre eles durante o movimento, causando dor, inchaço e perda de movimento da articulação.

Ao longo do tempo, a articulação pode perder a sua forma normal. Além disso, pequenos depósitos de osso chamados osteófitos ou esporões ósseos podem crescer nas bordas da articulação.
Alguns fragmentos de osso podem desconectar e ir dentro da articulação. Claro, isso causa mais dor.
As pessoas com artrose normalmente têm dores nas articulações, acompanhados por restrições de movimento.
Ao contrário de outras formas de artrite, a artrose afeta apenas as funções articulares e não afeta a pele, os pulmões, os olhos ou os vasos sanguíneos.

Quais são as áreas afeta da artrose?


Mãos: A artrose das mãos parece ter algumas características hereditárias. As mulheres são mais propensas a desenvolver a doença do que os homens, especialmente após a menopausa.
Quando a artrose afeta as pequenas articulações dos dedos, podem formar-se pequenos nódulos chamados de nódulos de Heberden.
Outros nódulos podem aparecer nas articulações centrais dos dedos, mas neste caso eles são chamados de nódulos de Bouchard.
Os dedos podem aumentar, endurecer e perder a sensibilidade.
Até mesmo a base da articulação do polegar é freqüentemente afetada pela artrose (rizartrose).
A dor é mais intensa pela manhã, depois de fazer os esforços ou quando o tempo muda e tem baixa pressão.
Se a pressão atmosférica é baixa, a pressão dentro da articulação é elevada em proporção, portanto os sintomas pioram.
Joelhos: Os joelhos são as articulações das perna mais afetadas pela artrose.
Os sintomas da artrose do joelho incluem rigidez, inchaço e dor que tornam difícil caminhar e subir escadas.
Os sintomas da artrose do joelho são mais graves durante a mudança da estação. Os pacientes sofrem mais quando o tempo muda de frio para um clima quente, portanto na primavera e no outono.
A artrose do joelho pode levar à incapacidade.
Quadril: O quadril é freqüentemente afetado pela artrose. Como para o joelho, os sintomas incluem dor e rigidez da articulação. A dor é geralmente relatada na parte interna da coxa, nádegas ou joelhos. A artrose do quadril pode limitar a caminhada e os movimentos de flexão dificultando as atividades diárias tais como vestir e calçar os sapatos.
Coluna vertebral: A artrose da coluna vertebral ocorre com rigidez e dor no pescoço e/ou dor na coluna. Em alguns casos, as alterações estruturais da coluna associadas a artrite podem causar pressão nos nervos que sai da medula espinhal, as conseqüências são fraqueza ou dormência nos braços e pernas.
Quando chove a dor é mais forte, geralmente se agrava dois dias antes da chuva.
O ombro não é afetado pela artrose porque não deve suportar o peso do corpo e porque não tem as características da mão.
A dor articular no ombro é causada principalmente pela lesão do supra-espinhal, bursite e calcificação.

Uma opção para aliviar as dores são os chás, que são naturais, fáceis de encontrar e de preparar. Mas, atenção: grávidas ou pessoas que tomam remédios controlados devem consultar o médico antes de ingerir qualquer um deles.

Veja algumas dicas:

– Chá de gengibre

O gengibre tem propriedades anti-inflamatórias e é um termogênico natural. Para fazer o chá, separe duas colheres de sopa de gengibre descascado, uma rodela de laranja ou de limão e mel. Coloque o gengibre para ferver em 1 litro de água e acrescente a rodela de limão ou da laranja, como preferir. Deixe por 15 minutos, desligue e espere esfriar. Em seguida, coe e adoce com o mel.

Aplique vinagre de maçã: além de seus poderes “mineralizantes”, o vinagre de maçã pode ser usado externamente. Basta esquentar uma xícara de vinagre de maçã e aplicá-lo nas regiões doloridas. Também é possível esquentar 6 xícaras de água e para uma xícara de vinagre e mergulhar as articulações em um recipiente contendo essa solução, pois o calor ajudará a melhorar o quadro.

Esta informação não deve nunca substituir o conselho de um médico se você tem alguma dúvida, consulte o seu médico.