Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Dor nos joelhos

dor-nos-joelhos

Sabe aquela dor no joelho que na maioria das vezes é bem fraquinha, mas o dia em que você exagera no trabalho ou no lazer ela começa a doer muito, podendo até te impedir de realizar suas tarefas? Pode ser condromalácia, uma alteração na cartilagem retropatelar (aquela cartilagem atrás da patela, osso triangular na frente do joelho que antigamente era chamado de rótula).

Condromalácia é como se essa cartilagem tivesse perdido suas características rígidas e se apresenta-se de uma forma mais amolecida, esse é o momento certo para o tratamento, pois ainda não aconteceu o desgaste, seu joelho está inteiro, mas se não tratado nesse momento inicia-se as próximas fases, onde há perda desse tecido cartilaginoso.

Mas, porque ocorre esse amolecimento?

A causa exata ainda não foi esclarecida, mas existem algumas hipóteses. A primeira é que os microtraumas causados por desequilíbrios musculares ou alterações biomecânicas sobrecarregam essa articulação ou causam fricções de uma estrutura articular na outra mudando suacomposição química, uma outra é que os esportes ou atividades de alto impacto causem lesões na cartilagem levando ao amolecimento.

E quais são os sintomas?

A dor da condromalácia é bem característica, ela é no meio do joelho, bem atrás da patela e piora em atividades de subir ou descer escadas, uso de salto alto, corridas, caminhadas muito duradoras, quando a pessoa fica muito tempo sentado, ou durante o dobrar e esticar o joelho repetitivamente. Em casos mais graves pode ocorrer edema embaixo da patela, vermelhidão no local e limitações de movimento.Para diagnosticar uma avaliação clínica baseado no posicionamento do joelho diante do membro inferior, testes ortopédicos na região patelar e exames de imagem como a Ressonância Nuclear Magnética e as radiografias confirmar as hipóteses.

Existe tratamento?

Sim, e pensando nas outras doenças dos joelhos, a condromalácia é fácil de tratar, mas lembre-se ela pode evoluir, então o problema seria muito pior. O tratamento é baseado na correção biomecânica e no equilíbrio muscular do corpo. Ou seja, fisioterapia ortopédica durante dois ou três meses, não é necessário realizar todo dia, mas uma frequência de duas a três por semana. As condutas dos fisioterapeutas seguirão três princípios:

Tratamento da dor.
Correção do posicionamento do joelho em relação a coxa e a perna.
Melhora nos desequilíbrios musculares.
Melhora na flexibilidade dos músculos.
Treino proprioceptivo.
Treino para retorno das atividades ou gesto esportivo.
No primeiro mês de tratamento o paciente já fica sem dor, mas não interrompa a fisioterapia pois o mais importante é corrigir o alinhamento do membro, assim teremos certeza que a causa da dor foi tirada.

Cirurgias no joelho em casos de condromalácia patelar são muito raras e não tem indicação, mas tem uma forma de tratamento quem vem crescendo muito nesse tipo de patologia que é o PRP (Plasma Rico em Plaquetas), onde é retirado o sangue do próprio paciente, dessa amostra é retirada apenas o plasma e então é aplicado no joelho, os estudos mostram que essas plaquetas auxiliam na regeneração de lesões teciduais além de tratar a inflamação local, é uma boa opção para tratar a dor.

Esta informação não deve nunca substituir o conselho de um médico se você tem alguma dúvida, consulte o seu médico.

 

Fechado para comentários.