Síndrome deixa o cabelo dessa menina impenteável


Síndrome deixa o cabela dessa menina ” impenteável ”

É tão comum ver pessoas, especialmente mulheres, se queixando de dias em que seu cabelo está rebelde, incontrolável. Muitas pessoas passam por isso, mas pouquíssimas possuem a mesma condição que acomete esta menina.

A linda Shilah Calvert-Yin, de 7 anos, moradora de Melbourne, na Austrália, é portadora de uma síndrome rara que torna seu cabelo tão selvagem quanto o de Einstein: a Síndrome do Cabelo Impenteável.

É tão comum ver pessoas, especialmente mulheres, se queixando de dias em que seu cabelo está rebelde, incontrolável. Muitas pessoas passam por isso, mas pouquíssimas possuem a mesma condição que acomete esta menina.

A linda Shilah Calvert-Yin, de 7 anos, moradora de Melbourne, na Austrália, é portadora de uma síndrome rara que torna seu cabelo tão selvagem quanto o de Einstein: a Síndrome do Cabelo Impenteável.

Segundo artigo publicado no Mirror, Shilah já foi comparada ao Doutor Brown, da trilogia De Volta Para o Futuro, “mas ela não se importa, pois é um dos filmes favoritos da família”.


Sua mãe, Celeste (36), conta: “Shilah chama atenção em todo lugar onde vai e sempre chamou, desde que seu cabelo começou a crescer aos 3 meses de idade”. Ela conta que o irmão mais velho da menina, Taelan, “tem sido um apoio fantástico quando outras crianças fazem comentários sobre ela ou até a tocam”.

E não importa o quanto Celeste tente controlar as madeixas da filha, seu cabelo é simplesmente incontrolável.

Que síndrome é essa?
A síndrome é causada por uma mutação dos três genes PADI3, TGM3 e TCHH. É uma condição extremamente rara. Até hoje, somente 100 casos foram relatados em todo o mundo.

Segundo este site especializado em cabelos, a Síndrome do Cabelo Impenteável (SCI) “é uma condição genética que cria hastes capilares (a parte do cabelo acima do couro cabeludo) de formato anormal. Estas formas anormais resultam em cabelos crespos, secos e desordenados que não podem ser penteados – daí o nome da doença.”

Este site especializado em doenças raras fornece algumas informações adicionais. A SCI se torna perceptível entre os 3 – 12 meses de vida e geralmente desaparece no início da puberdade. Ela afeta apenas o cabelo (mais nenhum outro pelo do corpo).

A quantidade de cabelo parece normal, mas os fios crescem lentamente. Outro fator que o torna impenteável é que as hastes crescem em várias direções. Com o tempo, o cabelo apresenta uma coloração louro-prateada ou cor de palha.

Na maioria dos casos, essa síndrome ocorre isoladamente, ou seja, não está associada a outras doenças. No entanto, em casos raros ela está associada a displasias ectodérmicas (distúrbios do desenvolvimento dos tecidos derivados da ectoderme), anomalias ósseas e outras.

O vídeo abaixo mostra um pouco da rotina de Shilah, tentando pentear seu indomável cabelo e divertindo-se um pouco

Via –> Fámilia.com.br