Abacate ajuda a controlar os níveis de triglicérides e colesterol , e reduz o risco de doenças cardiovasculares


Engana-se quem acha que o abacate é um grande vilão e deve ser eliminado da dieta. Apesar de ser uma fruta bastante calórica (uma colher de sopa de 45 g contém 80 kcal), ele é rico em vitaminas, fibras e gorduras do bem, aquelas que melhoram a nossa saúde.

A nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Cyntia Bassi, explica que o abacate contém dois tipos de gordura insaturada (mono e poli-insaturada), que ajudam a controlar os níveis de triglicérides e colesterol presentes no sangue, além de reduzir o risco de doenças cardiovasculares.

Outros benefícios do abacate

Potássio e vitaminas A, E e C estão presentes no alimento e garantem o combate aos radicais livres que causam danos ao organismo. “O abacate possui uma substância antioxidante chamada glutadiona, que é produzida naturalmente pelo organismo, mas que reforçada pelo consumo da fruta, auxilia na redução de substâncias tóxicas como o cortisol, hormônio responsável pelo estresse”, afirma a especialista.


O abacate também é rico em fibras que auxiliam no trânsito intestinal, melhoram o processo de digestão e aumentam a sensação de saciedade. Por isso, incluir uma porção moderada da fruta no café da manhã pode favorecer o emagrecimento.

Por apresentar alto valor calórico, vale apostar no alimento antes de praticar atividades físicas: ele fornece grande quantidade de energia e vai deixá-la super disposta para encarar a maratona de exercícios. Só não vale comer com açúcar ou leite condensado.

As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. Este blog tem a finalidade de lhe ajudar, mas não substituir o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.