Câncer de bexiga – Conheça os sinais que ajudam a detectá-lo no início


O principal sintoma do câncer de bexiga é o sangue na urina. Para fazer um diagnóstico, são necessários vários exames. Eles também possibilitam avaliar o grau de extensão do câncer.

Para ajudar você a entender mais sobre os sintomas do câncer de bexiga, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessada em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Quais os sintomas do câncer de bexiga?

O principal sintoma relacionado ao câncer de bexiga é a hematúria, que é a presença de sangue na urina. Pode ser encontrada em aproximadamente 90% dos pacientes.

O sangramento geralmente ocorre no final da micção. A urina pode ser levemente rosa, vermelha escura ou bordô dependendo da intensidade do sangramento. Não há ligação entre a extensão do sangramento e a gravidade do câncer.

Às vezes, a hematúria é pequena demais para ser vista a olho nu. Eles também podem parar por um tempo e ser intercalados com urina de aparência normal. Portanto, recomenda-se consultar sistematicamente um médico na primeira hematúria identificada. 

Essa abordagem permite realizar os exames necessários para diagnosticar o câncer de bexiga ou, pelo contrário, orientar-se para outras doenças que também podem causar hematúria (cálculos renais, infecções crônicas, câncer ou doenças renais …).

Outros sintomas locais podem alertar o paciente: micção mais frequente, queimação ou dor durante a micção… se eles estão ou não associados à hematúria e se persistirem, essas manifestações devem incentivar o paciente a consultar seu médico assistente.

Como diagnosticar um câncer de bexiga?

Os sintomas do câncer de bexiga não são específicos: outras doenças podem ser evocadas na presença de hematúria ou micção dolorosa.

Para confirmar o diagnóstico, são necessários vários exames:


O exame clínico

Durante uma consulta inicial, o médico examina o abdômen do paciente. Ele geralmente realiza um exame retal digital, associado a um exame vaginal em mulheres.

Esses gestos permitem procurar uma possível anomalia na bexiga. Se os resultados desses exames geralmente são normais para pessoas com um tumor superficial, uma anormalidade pode ser identificada na forma avançada.

ECBU (exame citobacteriológico da urina)

A ECBU consiste em analisar uma amostra de urina previamente coletada do paciente ao microscópio. Este exame pode identificar bactérias que podem ser responsáveis ​​por uma infecção do trato urinário e hematúria.

Citologia urinária

Como a pele, o urotélio (camada interna da parede da bexiga) se desprende naturalmente: as células mortas são evacuadas na urina. 

A citologia urinária é um exame que permite estudar a aparência normal ou cancerosa dessas células, usando uma amostra simples de urina. 

Embora esse exame possa identificar tumores de alto grau, nem sempre é adequado para a detecção de tumores de baixo grau. Estes são realmente formados por células cancerígenas bastante semelhantes às células normais.

Ultrassom

Um ultrassom examina o sistema urinário – bexiga, rins e ureteres – e as anormalidades funcionais que podem afetá-los. 

É realizada com a bexiga cheia, o que requer beber aproximadamente um litro de água, uma hora antes do exame. Dura cerca de vinte minutos e é indolor. É realizada na posição deitada: o médico aplica a sonda de ultrassom na bexiga após aplicar um gel frio na pele.

Gostou de saber mais sobre o câncer de bexiga? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. Este blog tem a finalidade de lhe ajudar, mas não substituir o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.