Chá verde – Seu efeito termogênico acelera o metabolismo e favorece a queima de gordura


Chá verde e seus benefícios

Benefícios além do emagrecimento

Dentre os mais diversos tipos de chás, o chá verde já é bem conhecido e apreciado pelos seus benefícios, tanto no que diz respeito ao emagrecimento quanto às suas propriedades à saúde. Assim como os chás branco, oolong, preto e vermelho, o chá verde é extraído da Camellia sinensis, uma plantinha originária da China, rica em nutrientes, especialmente substâncias antioxidantes que são responsáveis por grande parte dos seus benefícios. Confira para que serve o chá verde, benefícios, como fazer e muito mais!

Benefícios

Conhecido como o chá da longevidade, o chá verde é rico em substâncias antioxidantes, especialmente as catequinas, que neutralizam os radicais livres e evitam o envelhecimento precoce. Alguns estudos apontam o chá verde como um aliado para diminuir o risco de desenvolvimento do câncer devido à presença das catequinas, quem combate os radicais livres, relacionados com o aumento do risco do aparecimento de diversas doenças.

Além disso, a combinação das catequinas do chá verde com a cafeína presente em sua formulação contribui para o emagrecimento, atuando como um alimento termogênico, favorecendo a queima de gorduras, além de evitar o ganho de peso. Seu efeito termogênico acelera o metabolismo e favorece a queima de gordura, desde que haja associação do chá verde com hábitos de vida saudáveis.

O consumo frequente de catequinas pode reduzir a gordura corporal, contribuindo para o controle do peso e a tendência à obesidade. Para quem pratica exercícios físicos, a ingestão de catequinas pode favorecer maior gasto energético e maior uso da gordura corporal como fonte de energia. O chá verde preparado com 1g de folha em 100ml de água em fervura por três minutos, oferece entre 35 e 45mg/100ml de catequinas e cerca de 6mg de cafeína.

Ele também possui ação detox, ou seja, faz uma “faxina” interna, colaborando para o organismo funcionar melhor, o que também favorece o processo de perda de peso. Por conter cafeína, a bebida pode ser consumida no pré-treino para ajudar a melhorar o desempenho. Além disso, a cafeína tem efeito diurético, fazendo com que o chá verde ajude a diminuir a retenção de líquidos.

O chá verde em jejum, consumido logo pela manhã proporciona mais disposição. Se preferir, prepare uma quantidade maior do chá e tome ao longo do dia, durante o trabalho ou estudo. O ideal é colocar o chá verde em uma garrafa de vidro e consumir o chá verde em até 12 horas depois do preparo, para que ele não perca as suas propriedades.

As principais funções  no organismo são:

Ajudar a regular os níveis de colesterol no sangue: as catequinas presentes na bebida podem diminuir o colesterol LDL, considerado ruim, triglicerídeos e a gordura visceral, uma vez que elas diminuem a absorção do colesterol pelo intestino. Contribuir para a saúde geral do coração: as catequinas contribuem para a prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares devido à sua ação antioxidante. Além disso, flavonoides do chá  inibem a agregação plaquetária, melhorando a pressão arterial e circulação geral.

Possuir ação diurética e anti-inflamatória: a cafeína ajuda a aumentar a produção de urina, o que faz do chá verde um importante diurético. Já o seu poder anti-inflamatório acontece pela presença da galato de epigalocatecina, substância que ajuda a combater a inflamação. Oferecer suporte ao sistema imunológico: compostos bioativos do chá verde ajudam a estimular a microbiota intestinal e, com isso, melhorar a imunidade.


Apresentar ação detox: o chá verde ajuda a eliminar substâncias tóxicas, como o mercúrio, que frequentemente contamina peixes que fazem parte da dieta, como atum. Diminuir o cansaço: por ser fonte de cafeína, a bebida ajuda a diminuir a sensação de cansaço, podendo ser um substituto do café.

Diversos estudos demonstram que o uso do chá pode contribuir para o processo de emagrecimento. Isso porque os flavonoides do chá verde têm a capacidade de atuar no sistema nervoso e regular a termogênese e oxidação lipídica. Dessa forma, aumenta-se a termogênese e a queima de gordura, diminuindo a quantidade de adipócitos (células que armazenam gordura), importante para prevenir o depósito de gordura no corpo.

Sendo assim, o chá verde emagrece. Mas, vale lembrar que seu consumo deve estar aliado à alimentação balanceada e hábitos de vida saudáveis, já que para ter bons resultados não adianta consumir chá para emagrecer sem ter uma dieta equilibrada e praticar atividade física.

Apesar de seus benefícios, não são todos que podem beber chá verde. Ele é contraindicado para mulheres grávidas ou que estejam amamentando, em função da presença de cafeína, uma substância estimulante que pode atravessar a barreira placentária e diminuir o fluxo sanguíneo ali, o que pode prejudicar o bebê.

Muitas pessoas têm dúvidas sobre chá verde para hipertensos, já que alimentos que são fonte de cafeína podem aumentar a pressão arterial. No entanto, com a orientação de um nutricionista e a quantidade certa, o chá verde pode ser consumido por pessoas com hipertensão. Muitos estudos têm mostrado que os flavonoides presentes no chá verde ajudam a proteger contra doenças cardiovasculares, principalmente pelo seu efeito antioxidante e protetor dos vasos sanguíneos.

Além disso, os polifenois presentes no chá verde, quando ingeridos simultaneamente com ferro e cobre e em quantidades muito elevadas, podem impedir a absorção desses metais e causar a sua deficiência. Estudos mostram que o consumo diário do chá verde, durante cinco anos, pode causar problemas gastrointestinais e hepáticos, redução do apetite, hipertensão, hiperatividade e aumento dos batimentos cardíacos. Além disso, por conter cafeína, o chá  pode levar à dor de cabeça e insônia.

O preparo do chá  é muito simples. Para 200 ml de água, use 1 colher de chá das suas folhas secas ou 1 sachê. Aqueça a água até quando começar a levantar bolinhas no fundo da chaleira. Em uma xícara, coloque a erva e acrescente a água. Tampe e deixe em infusão por cinco minutos.

Não use água fervente, pois o chá verde pode ficar amargo, além de perder a ação antioxidante. Evite usar o micro-ondas para aquecer a água para não perder os benefícios da bebida. O chá verde pode ser consumido tanto quente quanto gelado. Nos dias de calor, pode ser uma refrescante bebida se misturado com ervas (como a hortelã) e gelo. Você pode guardar o seu chá em uma garrafa térmica ou de vidro para bebê-lo ao longo do dia.

O chá  instantâneo tem preparação bem prática, bastando misturar o pó em água quente ou gelada e misturar. Esse tipo de chá pode ser encontrado em diversos sabores, como abacaxi com hortelã, frutas cítricas e maçã. Outra forma de consumir o chá verde é em cápsulas, que possuem extrato do chá verde e são uma opção para pessoas que não apreciam o sabor marcante do chá verde.

Consumir de 4 a 7 xícaras diárias.

Associe o chá a uma alimentação balanceada, rica em alimentos leves, porém nutritivos. A prática de exercícios físicos também vai ajudar.

As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. Este blog tem a finalidade de lhe ajudar, mas não substituir o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fechado para comentários.