Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Remédio caseiro para gastrite


gastrite

O que é gastrite?

É uma condição na qual o revestimento do estômago – conhecido como mucosa – está inflamado.

A mucosa do estômago contém células especiais que produzem o ácido e enzimas, que ajudam a quebrar o alimento para a digestão, e muco, que protege o revestimento do estômago de ácido. Quando o estômago está inflamado, produz menos ácido, enzimas e muco.

Ela pode ser aguda ou crônica. A inflamação repentina e acentuada do revestimento do estômago é chamada gastrite aguda. A inflamação que dura por muito tempo é chamada crônica. Se a  crônica não for tratada, pode durar por anos ou até mesmo uma vida inteira.

A erosiva é um tipo de gastrite que muitas vezes não causa inflamação significativa mas faz uma lesão superficial do revestimento do estômago. A gastrite erosiva pode causar sangramento, erosões ou úlceras. Ela pode ser aguda ou crônica.

A relação entre gastrite e os sintomas não é clara. O termo gastrite refere-se especificamente à inflamação anormal do revestimento do estômago. Pessoas que têm gastrite podem sentir dor ou desconforto no abdômen superior, mas muitas pessoas  não têm quaisquer sintomas.

O termo gastrite é usado erroneamente, às vezes, para descrever qualquer sintoma de dor ou desconforto no abdômen superior. Muitas doenças e distúrbios podem causar esses sintomas. A maioria das pessoas que apresentam sintomas abdominais superiores não tem gastrite.

A causa mais comum de gastrite erosiva, aguda e crônica, é o uso prolongado de antiinflamatórios não-esteróides (AINEs) como aspirina e ibuprofeno. Outros agentes que podem causar a erosiva são o álcool, cocaína e radiação. Lesões traumáticas, queimaduras graves, doença crítica e cirurgia também podem causar gastrite erosiva aguda. Este tipo é chamado gastrite de estresse.

As causas menos comuns de gastrite erosiva e não erosiva são:


doenças autoimunes, em que o sistema imunológico ataca as células saudáveis no revestimento do estômago
algumas doenças e desordens do aparelho digestivo como doença de Crohn e anemia perniciosa
viroses, parasitas, fungos e bactérias diferentes do H. pylori.

Quais são os sintomas ?

Muitas pessoas  não têm quaisquer sintomas, mas algumas pessoas podem apresentar:

dor ou desconforto no abdome superior
náusea
vômito

Estes sintomas são também chamados de dispepsia. A gastrite erosiva pode causar úlceras ou erosões no revestimento do estômago que podem sangrar.

Os sinais de sangramento no estômago são:

sangue no vômito
fezes pretas ou como alcatrão (piche)
sangue vermelho nas fezes
Os remédios naturais capazes de melhorar  atuam aliviando os sintomas e permitindo que tenhamos uma vida mais saudável. Esses remédios caseiros são muito fáceis de preparar, visto que são produtos igualmente fáceis de encontrar.

Você vai precisar de:

1 colher (sopa) da seiva de babosa
1/2 folha de couve
2 folhas de hortelã
1 copo de água
Modo de Preparo:

Primeiramente, lave bem todas as folhas. Depois bata os ingredientes no liquidificador por mais ou menos 2 minutos. O suco deve ser tomado em seguida, de preferência sem ser coado.

Tomar 1 copo do suco 3 vezes ao dia, entre as refeições principais.

Cuidados

A casca da babosa nunca deve ser consumida. Use somente a polpa das folhas para preparar qualquer remédio ou cosmético caseiro.
Remédio 2

Um ótimo remédio caseiro é  tomar o suco puro da batata em jejum porque ela diminui a acidez do estômago, diminuindo a sensação de dor, queimação e a azia, sendo eficaz contra a gastrite nervosa, aguda ou crônica.
Ingredientes
Batata
Ralador
Modo de preparo
Descasque uma batata e passe em seguida por um ralador comum fino, como o de queijo ralado, por exemplo. A seguir, esprema a batata ralada num tecido ou pressione a batata num coador fino.
O caldo que se extrai deve ser bebido puro e em jejum, 30 minutos antes das principais refeições ou sempre que sentir os sintomas da gastrite. Outra opção é simplesmente comer a batata crua.

Esta informação não deve nunca substituir o conselho de um médico se você tem alguma dúvida, consulte o seu médico.

Fechado para comentários.