Primeiros sinais de depressão – É preciso ficar atenta aos sinais que podem indicar o problema


Nem sempre reconhecida como doença, a depressão é um problema que afeta cerca de 340 milhões de pessoas e causa 850 mil suicídios em todo o mundo. Ainda segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil são cerca de 13 milhões de pessoas depressivas.

Muitas pessoas não se submetem a tratamentos contra a depressão simplesmente porque não acreditam estar com a doença. Por isso, é preciso ficar atenta aos sinais que podem indicar o problema.

Entres os sintomas mais comuns está a tristeza e a falta de vontade de realizar atividades cotidianas e até mesmo prazerosas, como passear. Contudo, além da queda de energia e de ânimo, outros sintomas como falta de desejo sexual, alteração de peso e dores físicas também podem sinalizar quadros de depressão.

Sinais de depressão

Segundo a OMS, a pessoa que apresenta ao menos cinco dos sintomas listados abaixo é considerada depressiva. Os primeiros sinais podem variar em cada indivíduo.


  • Alteração do apetite
  • Alteração do sono, como a insônia
  • Desinteresse geral
  • Desinteresse sexual
  • Dificuldade de concentração
  • Baixa autoestima
  • Pensamentos relacionados à morte
  • Ansiedade com movimentos repetitivos (mexer constantemente as pernas e as mãos, por exemplo)
  • Paralisia geral (por exemplo, ficar na cama por dias)
  • Sentimento permanente de culpa e inutilidade
  • Fadiga ou perda de energia, diariamente
  • Alteração de peso não intencional
  • Dores físicas, como a lombar, articulares, enxaqueca

As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. Este blog tem a finalidade de lhe ajudar, mas não substituir o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.