5 doenças causadas pela obesidade


Estas doenças causadas pela obesidade são normalmente controladas e muitas vezes curadas quando se inicia o processo de emagrecimento.

1. Diabetes

O aumento da ingestão calórica faz com que a insulina produzida pelo corpo seja insuficiente para todo o açúcar que é ingerido na alimentação, acumulando-se no sangue. Além disso, o próprio corpo começa a resistir à ação da insulina, facilitando o desenvolvimento de diabetes do tipo 2. Este tipo de diabetes é facilmente revertido com o emagrecimento e alguma atividade física.

2.Colesterol alto

Além da gordura visível na barriga, coxas ou quadril, a obesidade também causa o acumulo de gordura no interior dos vasos sanguíneos em forma de colesterol que aumenta o risco de AVC ou infarto, por exemplo.

3. Hipertensão

O excesso de gordura acumulada dentro e fora dos vasos sanguíneos dificulta a passagem do sangue pelo corpo, forçando o coração a trabalhar com mais força, o que não só aumenta a pressão arterial como pode levar ao surgimento de uma insuficiência cardíaca a longo prazo.

4. Problemas respiratórios


O peso excessivo da gordura sobre o pulmão dificulta a entrada e saída de ar, o que normalmente leva a uma síndrome potencialmente fatal, que é a apneia do sono. Saiba mais sobre este problema.

5. Impotência e infertilidade

Os distúrbios hormonais causados pelo excesso de gordura podem não só aumentar a quantidade de pêlos no rosto da mulher como levar ao desenvolvimento de ovário policístico que dificulta a concepção. Já no homem a obesidade compromete a circulação de sangue por todo o corpo, interferindo na ereção.

Além de tudo isso, o excesso de peso e a má alimentação estão relacionados ao aumento do risco câncer colo-retal e câncer da próstata no homem. Na mulher, a obesidade pode causar câncer de mama, endométrio, ovários e das vias biliares.

As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. Este blog tem a finalidade de lhe ajudar, mas não substituir o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.