Rachaduras nos pés : Causas e tratamento caseiro


O que causa as rachaduras nos pés? 

As rachaduras nos pés ocorrem quando os pés se encontram muito secos e com a pressão que o corpo exerce nos pés durante o dia e a fricção dos calçados que deixam a pele dos pés mais grossa, eles acabam rachando, principalmente na região do calcanhar.  

Por esse motivoo recomendado é sempre manter os pés bem hidratadosSe o problema agravar, pode se tornar em fissuras causando sangramento, dor e muito incômodo. 

Alguns calçados pioram a rachadura nos pés como os calçados abertos (chinelos e sandálias rasteiras). Além disso, o excesso de peso corporal também é um agravante, por isso, quem sofre com rachadura nos pés precisa manter o peso adequado. Outras causas das rachaduras são: andar descalço, problemas ortopédicosmudança de clima, entre outros. 

A seguir, trouxemos algumas dicas de tratamento caseiro para rachadura nos pés. 

Dicas caseiras para tratar rachaduras nos pés 


  1. Esfoliação 

Use a mistura de mel e açúcar para fazer a esfoliação da região rachada. Em seguida, aplique um creme hidratante para os pés. 

  1. Escaldar os pés 

Mergulhar os pés em água morna também ajuda. Sem seguida, aplique um creme hidratante. 

  1. Manteiga de cacau

A manteiga de cacau é um poderoso hidratante natural e ajuda a amenizar as rachaduras nos pés. 

  1. Óleos vegetais

Os óleos vegetais como o óleo de coco, o azeite de oliva e a glicerina também são excelentes opções para hidratar os pés rachados. 

  1. Vaselina

A vaselina é uma parafina líquida e é um ótimo agente hidratante para várias regiões do corpo, bem como para os pés. 

Recomendações 

Após aplicar um hidratante nos pés, você pode enrolá-los com um plástico filme. Isso ajuda na melhor penetração do hidratante na pele. Você pode deixar o produto no mínimo por 30 minutos ou dormir à noite com ele.

Veja também [su_list icon=”icon: arrow-right” icon_color=”#090808″]

[/su_list]

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.