Barriga inchada – Veja motivos mais comuns


distensão abdominal, mais conhecida como barriga inchada, é uma situação muito comum entre as pessoas e pode estar relacionada a diversos fatores. 

Pode ser apenas um sintoma de algo leve, mas também pode estar relacionado a alguma condição mais séria. Por isso, assim que esse sintoma aparecer, e ainda mais com bastante frequência, procure um médico para a realização de exames a fim de obter a um diagnóstico adequado. 

O que pode ser a barriga inchada? 

A barriga inchada pode estar relacionada a várias situações. Listamos aqui as mais comuns: 

  1. Má digestão 

A má digestão é um desconforto na região abdominal que ocorre por vários motivos como ingerir refeições ricas em gorduras e carboidratos, consumir refeições muito volumosas, comer muito rápidocomer e não descansar um pouco para que a digestão ocorra normalmente, entre outros. 

  1. Gases

Essa situação ocorre em decorrência de uma alimentação rica em gorduras, açúcarcarboidratos, frituras, bebidas gasosas e alimentos flatulentos em excesso como feijão, alho, repolho, milhoovos, leite e outros. 


  1. Prisão de ventre 

A prisão de ventre (constipação intestinal) é causada por uma alimentação pobre em fibras e pela baixa ingestão de água, além da falta de atividade física. 

  1. 4.Excesso de peso

Em muitos casos, o inchaço na barriga está relacionado com o excesso de peso e o acúmulo de gordura nessa região. Neste caso, a perda de peso é a solução e você pode fazer isso seguindo uma alimentação mais saudável e praticando atividade física regulamente. 

  1. 5.Distúrbios ou doenças 

Alguns distúrbios ou doenças também provocam o inchaço na barriga. Algumas delas são a síndrome do intestino irritável, doença celíaca, intolerância à lactose, cisto no ovárioanormalidades anatômicas do trato gastrointestinal, ascite, doenças hepáticas, insuficiência renal, tumores abdominais, entre outros. 

  1. Menstruação 

Durante o período menstrual é comum as mulheres sentirem a barriga inchada devido à retenção de líquidos nessa região. Por isso, aumente a ingestão de água e líquidos naturais e alimentos ricos em água como algumas verduras e frutas. Controle também a ingestão de sal. 

Veja Também [su_list icon=”icon: arrow-right” icon_color=”#090808″]

[/su_list]

Esta informação não deve nunca substituir o conselho de um médico se você tem alguma dúvida, consulte o seu médico.

Fechado para comentários.